“O que podes fazer no caminheirismo, é apenas limitado pela imaginação...”


As atividades são o motor para a vivência de novas experiências no escutismo, onde são criadas diferentes oportunidades de aprendizagem e encorajado o desenvolvimento das capacidades de cada um.

É na IVª Secção que a implementação e avaliação das atividades ao longo do ano depende menos da participação e ajuda dos chefes de secção, no entanto, tal como referido no artigo da edição anterior, o acompanhamento dos dirigentes continua a ser fundamental para uma boa implementação de qualquer projeto.

Depois de apresentada e escolhida uma Caminhada/Atividade, o Clã tem de se focar na sua exequibilidade: satisfaz as necessidades identificadas pelo Clã para o período de tempo em que irá decorrer? Deve abranger vários tipos de experiências ou focar-se essencialmente num tipo de vivência? É acessível em termos monetários ou é necessário planear angariações de fundos?

Além disso, é também necessário atribuir tarefas a cada elemento que fizer parte da organização de uma atividade. Para os jovens adultos estas tarefas já incluem escolher locais, contactar as autoridades, adaptar o imaginário à atividade, ou tratar de toda a intendência. Por vezes, os dirigentes poderão sentir-se tentados a fazer a maior parte do trabalho, mas deverão incentivar os seus elementos de modo a que sintam confiança nas suas capacidades, não tendo medo de errar, e, mais importante de tudo, para que aprendam com esses erros.

Por fim, a avaliação de cada atividade implica determinar se os objetivos individuais e coletivos foram atingidos. Além da avaliação global da atividade de Clã, cada participante deverá ser encorajado a fazer uma auto-avaliação da sua participação ao mesmo tempo que os outros poderão dar a sua opinião. É papel da equipa de animação que esta dinâmica seja feita sempre com espírito construtivo para encorajar a saudável troca de opiniões e a partilha do que foi vivido em conjunto pelos caminheiros.

Atividades de Clã

Atividades Regionais

  • Dia Regional Caminheiro
  • São Paulo

Atividades Nacionais

  • ACANAC
  • Dia de S. Paulo
  • Cenáculo Nacional
  • Sol a Sol
  • Dravim
  • Ephata
  • Férias de Campo

Atividades Internacionais

  • RoverWay
  • World Scout Moot
  • Portuguese Work Party
  • International Rover Week - Kandersteg
  • Agora
  • MOOT

Ser Feliz no Codes!

Esta é a história de uma adolescente que acabou de completar os seus 13 anos e continua à procura de um rumo para a sua vida! Cheia de dúvidas mas também com muitas certezas.

As “Férias de Campo Codes 2016”, decorreram como habitualmente no Codes, uma remota localidade no extremo norte do Concelho de Sardoal. É no Centro de Férias, cedido gratuitamente pelo Município de Sardoal, que desde 2005 se desenvolve esta Actividade de Serviço para Caminheiros/Companheiros. Actualmente são envolvidas 5 Instituições de Acolhimento de crianças e jovens de Abrantes, Torres Novas e Alpiarça. Este ano foram 23 participantes, entre os 8 e os 19 anos. É este o desafio lançado aos voluntários: proporcionar 3 dias de actividades marcantes para um grupo com uma grande amplitude de idades/interesses. Também o grupo de trabalho é heterogéneo com origem no Algarve, Guarda, Coimbra, Viseu e PCB.

Jogos, ateliers de culinária, construção de objectos com diferentes utilidades e a montagem das tendas, preencheram o 1º dia até aos banhos e jantar. A actividade da noite foi diferente do habitual, pois todos voltaram a guardar as suas roupas nas mochilas para ir passar a noite fora.* Já na sede do Agrupamento de Alferrarede, sessão de cinema ao ar livre com o filme “Divertidamente”, que serviu de base a toda a actividade. No 2º dia os voluntários deram o seu melhor para manter a animação, enquanto os participantes perguntavam repetidamente pela ida à praia fluvial. Com sucesso, pois os jogos de água durante a tarde, trouxeram a animação e frescura a todo o grupo. Depois do jantar houve festa com pinhata e karaoke onde as estrelas partilharam o seu brilho. E rapidamente chegámos ao último dia, com mais jogos e brincadeiras, mas também com tempo e espaço para estar com os novos amigos.

Depois de almoço as difíceis despedidas, com os pedidos de visitas e a promessa de voltar no próximo ano.

É nesta altura que os olhos transpiram profundamente, vá-se lá saber porquê!

As Férias de Campo, actualmente organizadas com base no 1053 de Alferrarede, desde 2004 que pretenderam ser semente, de forma que os voluntários possam replicar o modelo de actividade nas suas regiões de origem. Participantes e voluntários não faltam – haja quem localmente assuma a coordenação de voluntários e contacto com as Instituições…

Se queres ser Feliz no Codes, a edição de 2017 decorrerá de 20 a 25 de agosto!

*O incêndio de Abrantes/Sardoal com mais de 700 bombeiros assim o recomendou!

Férias de Campo 2016

feriasdecampo@gmail.com

Ultima atualização 09.11.2016 Visualizações 11087
Voltar Partilhar