© Nuno Perestrelo

Factos e Números

1. CNE em Números

Lobitos -  16 085
Exploradores e Moços - 19 227
Pioneiros e Marinheiros - 15 074
Caminheiros e Companheiros - 7 341
Dirigentes - 14 266
Totais - 71 993 

2. Filiação Internacional
O CNE é membro da Organização Mundial do Movimento Escutista (OMME) desde 1929.

3. Idade do CNE
Em 27 de maio de 2020, o CNE celebrou o seu 97º aniversário.

4. Estrutura Organizacional
• 1030 comunidades educativas locais, de base paroquial (os Agrupamentos escutistas).
• 31 Núcleos (estrutura intermédia entre os níveis local e regional).
• 20 Regiões (dioceses), cobrindo todos os distritos e concelhos do território continental e das regiões autónomas dos Açores e da Madeira.
• 1 Junta Central, responsável por toda a Associação.

5. Tempo dispensado no Voluntariado
Por norma, as atividades desenvolvem-se aos sábados, durante uma média de 4 horas. Cada voluntário dedica em média e no mínimo 208 horas por ano ao CNE.

6. Áreas abrangidas pelas atividades do CNE
• Educação ambiental e conservação da natureza. 
• Preservação do património histórico e cultural. 
• Animação socioeducativa. 
• Desporto de ar livre. 
• Integração de portadores de deficiência. 
• Desenvolvimento comunitário. 
• Intercâmbio e cooperação internacionais, e educação para paz, entre outras.
• Como parte do processo de aprendizagem e vivência dos valores do voluntariado dos seus escuteiros, o CNE colabora regularmente com instituições promotoras de voluntariado, em circunstâncias específicas, de que são exemplo, entre outras, as seguintes ações e instituições:
                                                          - Recolha de alimentos para o Banco Alimentar. 
                                                          - Peditório para Liga Portuguesa contra o Cancro. 
                                                          - Peditório para a Cáritas Portuguesa.

7. Educação
Segundo a UNESCO há três tipos distintos de Educação:
Formal – estruturada, hierárquica, faseada, das instituições primárias às terciárias (a formação dada nas escolas, o ensino tradicional). 
Informal – processo pelo qual cada pessoa adquire atitudes, valores, competências e conhecimento, partindo da experiência diária, p.ex. no seio da família, amigos, pares, comunicação social ou do ambiente da pessoa. 
Não-formal – é a atividade educativa organizada fora do sistema formal estabelecido, visando servir um público identificado que aprende, com objetivos educativos identificados.
O Escutismo assenta numa base de educação não-formal. 

Ultima atualização 24.02.2021 Visualizações 14874
Voltar Partilhar