© Gonçalo Vieira

Lei e Promessa

A Lei e a Promessa constituem o ideário fundacional e fundamental do Escutismo, agregando e apresentando os valores por este preconizados em toda a fraternidade mundial.

No Corpo Nacional de Escutas a Lei é:

  1. A honra do Escuta inspira confiança.
  2. O Escuta é leal.
  3. O Escuta é útil e pratica diariamente uma boa acção.
  4. O Escuta é amigo de todos e irmão de todos os outros Escutas.
  5. O Escuta é delicado e respeitador.
  6. O Escuta protege as plantas e os animais.
  7. O Escuta é obediente.
  8. O Escuta tem sempre boa disposição de espírito.
  9. O Escuta é sóbrio, económico e respeitador do bem alheio.
  10. O Escuta é puro nos pensamentos, nas palavras e nas ações.

O Corpo Nacional de Escutas definiu ainda três Princípios:

  1. O Escuta orgulha-se da sua Fé e por ela orienta toda a sua vida.
  2. O Escuta é filho de Portugal e bom cidadão.
  3. O dever do Escuta começa em casa.

Todos os membros do Corpo Nacional de Escutas, à luz dos princípios enunciados, aderem voluntariamente à Associação, no compromisso com a Lei, base de toda a ação escutista, pela Promessa, concebidas pelo Fundador do Movimento Escutista, nos termos seguintes.

Prometo, pela minha honra e com a graça de Deus, fazer todo o possível por:
- cumprir os meus deveres para com Deus, a Igreja e a Pátria;
- auxiliar o meu semelhante em todas as circunstâncias;
- obedecer à Lei do Escuta.

No caso da Alcateia, existem as seguintes especificidades:

Lei

  1. O Lobito escuta «Àquêlà».
  2. O Lobito não se escuta a si próprio.

Máximas

  1. O Lobito pensa primeiro no seu semelhante.
  2. O Lobito sabe ver e ouvir.
  3. O Lobito é asseado.
  4. O Lobito é verdadeiro.
  5. O Lobito é alegre.

Promessa

        Prometo, da melhor vontade:
        - ser amigo de Jesus, amando os outros;
        - respeitar a Lei da Alcateia;
        - praticar diariamente uma boa-ação.

 

Ultima atualização 17.11.2016 Visualizações 17253
Voltar Partilhar